terça-feira, 6 de maio de 2008

Saudades Infundadas
(£ena Siebra)

Tenho saudades...
Dos filhos que não te dei
Dos jantares que não preparei
Do abajur que ao deitar não apaguei
Da cama que nunca arrumei...
Tenho saudades...
Da primeira briga que não tivemos
Da viagem que juntos não fizemos
Dos "boa noites" que não dissemos
Do livro chato que não lemos...
Tenho saudades...
Das alianças que não trocamos
Dos natais que juntos não festejamos
Do champagne que não brindamos
Das madrugadas que não nos amamos...
Tenho saudades...
Dos teus pais que não conheci
Dos filmes que contigo não assisti
Das noites que em teus braços não dormi
Saudades do que não vivi...

"SAUDADES DE VOCÊ QUE É REAL E FAZ PARTE DA MINHA VIDA"
Postado por Gena Maria
Marília - 06/05/08
SP

Um comentário:

Gena Maria disse...

Eu amei este poema Lena e não poderia deixar de posta-lo aqui!
Obrigada poeta e parabéns, vc arrasou!
Bjs da Gena