terça-feira, 26 de maio de 2009

UM POETA AMIGO


Para você, com minha saudade
Paulo Mello


É, hoje amanheci com aquela saudade.
Saudade de namorar.
Namorar aquela pessoa, que deixou marcas
no meu coração.
Romance sofrido, de mancebo imaturo.
Passam os anos, por vezes ou outra nos
pegamos escarafunchando o baú das
lembranças.
Tempos que o vento leva de roldão, aos
açoites da modernidade.
Modernidade...
Prefiro meu antigo álbum de fotografia,
onde lá esta seu retrato.
Já amarelado pelo tempo, companheiro das
noites de insônia.
É, hoje amanheci com saudade,
saudade de você!

20.08.08
Paulo Mello